Nome da imunologista voltou à pauta após ser citado pelo presidente da Anvisa

 

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), afirmou na manhã desta quarta-feira (12), que deve ser votado na quinta-feira (13) o requerimento de convocação da médica Nise Yamaguchi. O nome da imunologista voltou a ter destaque após o presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres, afirmar que Yamaguchi foi entusiasta da ideia de alterar a bula da cloroquina para incluir a recomendação de tratamento de Covid-19.

 

Aziz também disse que o Secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus José Barroso Campêlo, deve falar à comissão em junho, após a agenda de depoimentos já programada. O aviso foi dado em resposta ao senador Marcos Rogério (DEM-RO), que voltou a cobrar da cúpula da CPI a convocação de autoridades estaduais e municipais.

 

Aziz disse ainda que não haverá blindagem a ninguém nas apurações.

 

– O secretário de saúde do Amazonas será chamado, e depois esses requerimentos (de convocação de outras autoridades estaduais e municipais) serão encaminhados – explicou o presidente da CPI, que lembrou ainda que, para fazer essas convocações, é necessário que os senadores analisem antes as informações que foram requeridas a estados e municípios.

A convocação do secretário de Saúde do Amazonas já foi aprovada pela CPI na semana passada.

 

– Nesse ponto, registre-se que a presente convocação se destina, exclusivamente, a elucidar a suposta participação da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas no agravamento da crise sanitária naquele Estado com a ausência de oxigênio para os pacientes internados, assim como verificar a adequada aplicação dos recursos federais repassados àquela unidade da federação em razão da pandemia de Covid -19 – escreveu o senador Marcos do Val (Podemos-ES) ao requisitar o depoimento de Campêlo. *Estadão

 

www.valenoticiapb.com.br – Com Pleno.News, Foto: Alesp/Marco Antônio Cardelino

 



Publicidades