Um capitão e um suboficial estão desaparecidos

 

Pelo menos cinco militares morreram, dois estão desaparecidos e outros cinco ficaram feridos depois que, neste sábado (17), um helicóptero do Exército peruano caiu em um rio na selva na região de Cusco, no Sul do país.

 

O Comando Conjunto das Forças Armadas informou que o acidente ocorreu às 9h15 (11h15 de Brasília), “durante a execução de uma operação de reconhecimento contra o tráfico ilícito de drogas”.

 

O helicóptero do Exército peruano transportava 12 membros das Forças Armadas quando sofreu uma falha mecânica e caiu nas águas do rio Vilcanota, em Cusco.

 

O acidente causou a morte dos sargentos do Exército John Salazar Periche, Javier Paredes Soncco e Santiago Huaita Estrada, assim como dos sargentos da Marinha Yhoni Carlos Solano e Víctor Carpopata Macedo.

 

Além disso, o capitão do Exército peruano Fabrizzio Soto Charres e o suboficial Marco Guerra Saavedra foram dados como desaparecidos.

 

Informações oficiais também indicam que o major do Exército Erick Huamán Choque, o capitão Augusto Reyes Olguín e os sargentos Abel Chávez Manhualaya, Diego Marín Hidalgo e César Robles Inga foram resgatados com ferimentos leves.

 

O Comando Conjunto “lamentou profundamente a morte dos corajosos membros das Forças Armadas” e expressou “suas mais profundas condolências às suas famílias”.

 

Além disso, também garantiu que “as ações foram intensificadas na área para resgatar todo o pessoal, bem como prestar a necessária assistência médica aos feridos”. *Com informações da agência EFE

 

www.valenoticiapb.com.br – Com Oleno.News, foto: Reprodução/Joint Command of the Armed Forces of Peru (CCFFAA)

 



Publicidades